Notícias

Alunos exemplares: Nathália Gardin

Ana Cristina Pomarico e Nathália Gardin

Prestes a formar-se em Física com habilitação em Astronomia, Nathália Gardin, ex-aluna do Joana, decidiu realizar outro sonho: cursar cinema. E fez bonito: passou em 1º no vestibular da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP).

Confira um pouco de sua tragetória na entrevista a seguir:

 

1 - Passar no vestibular foi uma preocupação que norteou seus estudos ao longo do Ensino Médio?

Sim e não. Eu sempre gostei muito de aprender, me interessava bastante pelas aulas e sabia que se eu tivesse sempre boas notas não teria que me preocupar tanto com o vestibular, já que certamente teria o conhecimento necessário. Aliás, essa confiança ajudou muito com o nervosismo pré-vestibular. Quando cheguei no terceiro ano do ensino médio, naturalmente, a preocupação aumentou e eu sabia que, ainda que tivesse aprendido o necessário, precisava relembrar muita coisa, então comecei a focar meus estudos em matérias do primeiro e segundo anos. Fiz algumas aulas, de preparação para o ENEM, no próprio colégio Joana D’Arc, e, nos seis meses finais, fiz cursinho, mas só para ajudar com as revisões, mantendo o colégio sempre em primeiro plano.

2 - Para além de passar no vestibular, quais outras motivações você encontrou para se engajar nos estudos?

Na realidade eu sempre gostei de aprender e a minha motivação principal sempre foi meu crescimento pessoal, acho que conhecimento é muito importante. O vestibular só se torna mesmo uma motivação no segundo e terceiro anos no ensino médio, antes disso parece uma coisa muito distante, então se essa é a única motivação para aprender, talvez ela venha tarde demais. Acho que antes de qualquer coisa é preciso uma compreensão da importância de uma boa educação para si mesmo e para a sociedade.

3 - Além do cinema, você possui alguma outra carreira universitária em andamento? Se sim, como pretende conciliar as duas?

Tenho outra carreira universitária em andamento, estou cursando física com habilitação em astronomia na USP, mas me formo ainda este ano e começo cinema ano que vem, então não vou precisar conciliar um curso com o outro, o que seria bem complicado.

 

 

 

 

4 - Qual o impacto de ter conquistado o 1º lugar no vestibular da FAAP sobre seus planos para o futuro?

Foi importantíssimo. Sempre gostei de cinema e, quando estava no terceiro ano do ensino médio, também tinha prestado cinema na FAAP, além de física da USP, mas acabei optando pela física. Agora que estou me formando, percebi que ainda tenho vontade de cursar cinema e não quis seguir com a carreira em astronomia sem ter certeza de que era isso mesmo que eu queria. Então resolvi tentar cinema antes de começar um mestrado. Nesse ponto da minha vida, achei que era uma conquista que deveria depender só de mim, mas, infelizmente, eu não teria condições de arcar com a mensalidade do curso, então tive que me empenhar para tentar conseguir a Bolsa Mérito, caso contrário não poderia fazer a faculdade. Então estudei bastante para tentar conseguir uma boa colocação e, consequentemente, uma bolsa. No final, todo o esforço valeu muito a pena e consegui uma bolsa de 80%, que foi essencial para que eu pudesse concretizar meus planos.

5 - Gostaria de deixar uma mensagem aos alunos que estarão no Ensino Médio do Joana D’Arc nos próximos anos?

Gostaria de dizer que passar no vestibular não deveria ser a única motivação para os estudos, apesar de ser uma das principais. Sempre tive em mente que uma boa educação era muito importante  para o meu crescimento e sempre me interessei em aprender cada vez mais. Dessa maneira, sabia que quando chegasse o momento de prestar vestibular e escolher uma carreira, eu poderia tentar o que eu quisesse, sem limitações. Além disso, sabia que não teria que correr atrás de anos de atraso para conseguir passar. Vestibular é uma preocupação que só chega no final do ensino médio, mas que depende de tudo que você aprendeu até ali, então se essa for sua única motivação, você vai ter muito mais trabalho no final. E acredito que o cursinho não seja o ambiente ideal para aprender as coisas pela primeira vez, mas sim para rever e relembrar. E, afinal, todos temos que passar muitos anos de nossas vidas na escola, então acredito que a jogada mais inteligente seja fazer esse tempo realmente valer a pena.


 

Contato

Rua Miragaia, 158 - Butantã - São Paulo
(11) 2714-4255 / (11) 3031-1543 / Fax: 3095-4251
contato@colegiojoanadarc.com.br